Unfinished Symphony

Para uma melhor experiência de utilização, por favor utilize a versão mais recente do Internet Explore ou mude de browser.

Resultados populares

    Resultados sugeridos

      introduza mais palavras-chave

      A HUAWEI APRESENTA

      THE UNFINISHED SYMPHONY

      powered by Huawei AI

      Na Huawei, o nosso objetivo é ligar digitalmente cada pessoa, lar e organização em todo o mundo. Queremos que as nossas inovações sejam significativas e, por isso, aproveitámos o poder da IA em conjunto com o conhecimento humano para criar um impacto positivo no dia-a-dia das pessoas.

      No ano passado, ensinámos a nossa IA a conduzir um carro, traduzimos os sons das baleias-jubarte numa canção de amor e mudámos as vidas de crianças com deficiências auditivas de forma positiva através do StorySign. Com o nosso próximo projeto queremos ver o papel positivo que a tecnologia pode ter na cultura.

      Pusemos em ação a nossa colaboração mais criativa até à data, utilizando o poder da Inteligência Artificial para concluir a conhecida e inacabada Sinfonia n.º 8 de Schubert. Permaneceu incompleta durante aproximadamente 200 anos, por isso, configurámos a nossa IA para concluir a sinfonia mais icónica e intrigante de todas.

      Transfira e oiça a versão acabada pela Huawei da Sinfonia N,º8 de Schubert  - MP3 (90Mb) / WAV (800Mb)

      O que é a Sinfonia Inacabada?

      A Sinfonia n.º 8 de Schubert em B menor é considerada a "Sinfonia Inacabada" por excelência. Os especialistas em música debatem, até à data, sobre o motivo pelo qual Schubert nunca a concluiu, com fatores como problemas de saúde e distração no centro das razões mais prováveis. O que realmente nunca se colocou em questão é que a sua oitava sinfonia era diferente de tudo o que Schubert tinha escrito anteriormente.

      Ao completar uma das mais icónicas sinfonias inacabadas de todos os tempos, a Huawei decidiu honrar o legado de Schubert, bem como inspirar-se no seu espírito pioneiro, utilizando o poder da Inteligência Artificial para terminar a Sinfonia n.º 8 no mesmo estilo em que Schubert a iniciou.

      A Inteligência Artficial da Huawei

      Com o poder da Inteligência Artificial, a Huawei ensinou o smartphone Mate20 Pro a compor o terceiro e quarto movimentos da famosa "Sinfonia Inacabada" de Schubert.

      Tal só foi possível graças ao poder e inteligência do Mate20 Pro, que utiliza uma avançada tecnologia incorporada especificamente projetada para completar as mais variadas tarefas com base na Inteligência Artificial.

      O smartphone Mate20 Pro ouviu os dois primeiros movimentos da 8.ª Sinfonia de Schubert, analisou os principais elementos musicais que a tornam tão incrível e gerou a melodia para o terceiro e quarto movimentos em falta.

      Humanamente Possível

      Tudo isto não teria sido possível sem combinar a inovação tecnológica da Inteligência Artificial da Huawei com o conhecimento humano. Por isso, Lucas Cantor, compositor e vencedor de dois Emmys, embarcou neste projeto para organizar uma partitura orquestral com base na melodia que o smartphone Mate20 Pro compôs e assim completar a sinfonia  e executá-la ao vivo.

      "O resultado prova que a tecnologia oferece possibilidades incríveis e que tem um impacto significativo e positivo na cultura moderna."– Lucas Cantor, Compositor

      Damos vida à Sinfonia Inacabada

      A Huawei apresentou uma versão única da Sinfonia n.º 8 de Schubert com uma atuação ao vivo que teve lugar na segunda-feira, 4 de fevereiro, no icónico Cadogan Hall em Londres.

      Mais de 500 pessoas viajaram de toda a Europa até Londres para esta única e extraordinária atuação. A orquestra de 67 partes iniciou os procedimentos executando os dois movimentos existentes da Sinfonia n.º 8 de Schubert antes do momento da verdade quando, pela primeira vez, passou para os novos terceiro e quarto movimentos completados pela Huawei.

      Transfira e ouça a versão acabada pela Huawei da Sinfonia N,º8 de Schubert. - MP3 (90Mb) / WAV (800Mb)

      Bastidores

      Descubra como utilizámos o poder da Inteligência Artifical para ultrapassar os limites do que é humanamente possível.

      PARTILHAR ESTA HISTÓRIA

      :